Hipertensão na gravidez: Informações e Tratamentos

A hipertensão é o problema de saúde mais comum nas grávidas, estando presente em cerca de 10 a 15% das gestantes. Uma grávida pode ter hipertensão na gravidez seja porque já era hipertensa antes de engravidar ou porque desenvolveu hipertensão arterial durante a sua gestação.

Quando o quadro de hipertensão surge somente após a 20ª semana de gestação em uma mulher que não era previamente hipertensa, nós classificamo-la como hipertensão gestacional. Uma vez que ela surja, a hipertensão gestacional costumam permanecer pelo resto da gravidez, mas tende a desaparecer dentro das 12 primeiras semanas após o parto.

Neste artigo vamos abordar a hipertensão na gravidez, explicando as diferenças entre hipertensão crônica na grávida, hipertensão gestacional e pré-eclâmpsia. Vamos falar também sobre o tratamento da hipertensão na gestante e os riscos para o bebê.

 

TIPOS DE HIPERTENSÃO NA GRAVIDEZ

A grávida pode ser acometida por 4 formas diferentes de hipertensão durante a gravidez, a saber:

1- Hipertensão crônica preexistente – indivíduos com valores da pressão arterial frequentemente acima de 140/90 mmHg são considerados hipertensos. Na gravidez, é considerada hipertensão preexistente toda hipertensão que já existia antes da mulher ficar grávida. Como era esperado, mulheres que são hipertensas antes da gravidez, continuarão sendo hipertensas durante toda a gestação.

A hipertensão também é considerada preexistente se ela for identificada antes da 20ª semana de gestação. Quando a mulher descobre que está hipertensa antes da 20ª semana é porque ela já era hipertensa antes da gravidez e simplesmente não sabia.

2 - Pré-eclâmpsia – é o surgimento de hipertensão após a 20ª semana de gravidez associado à perda de proteínas na urina, situação que é chamada de proteinúria. Uma hipertensão que surge após a 20ª semana de gestação e está associada a problema renais, do fígado, do sistema nervoso central ou queda no número de plaquetas também pode ser pré-eclâmpsia.

3 - Pré-eclâmpsia superposta à hipertensão crônica – é a pré-eclâmpsia que ocorre em mulheres previamente hipertensas.

4 - Hipertensão gestacional – é considerado hipertensão gestacional aquela hipertensão que surge somente depois da 20ª semana de gestação e que não apresenta perdas de proteínas na urina, nem qualquer outra manifestação sugestiva de pré-eclâmpsia.

 

O QUE É HIPERTENSÃO GESTACIONAL

Conforme acabamos de explicar, hipertensão gestacional é uma forma de hipertensão arterial que surge após a 20ª semana de gravidez em mulheres previamente sadias e que não apresenta nenhum sinal de pré-eclâmpsia.

Apesar desta forma de hipertensão poder aparecer a partir da 20ª semana de gestação, a grande maioria dos casos só surge bem no finalzinho da gravidez, já no terceiro trimestre.

A hipertensão gestacional é uma hipertensão exclusiva da gravidez, desaparecendo, na maioria dos casos, espontaneamente em até 1 ou 2 semanas após o parto. Se até 12 semanas após o parto a hipertensão não desaparecer, a paciente passa a ser considerada como portadora de hipertensão arterial crônica. A não resolução espontânea da hipertensão ocorre em cerca de 15% dos casos.

A hipertensão gestacional é um fator de risco para o desenvolvimento futuro de hipertensão arterial. Mesmo as mulheres que apresentaram normalização da pressão arterial após o parto acabam, a longo prazo, tendo 4 vezes mais riscos de desenvolverem hipertensão arterial crônica.

Como referido na introdução do artigo, cerca de 10 a 15% das gestantes acabam desenvolvendo hipertensão gestacional. Algumas características clínicas aumentam o risco do desenvolvimento da hipertensão durante a gravidez. São elas:

  • Primeira gravidez.
  • Gestantes com sobrepeso 
  • Gestantes de etnia negra.
  • Gestantes com mais de 35 anos.
  • História familiar ou pessoal de pré-eclâmpsia.
  • Gravidez gemelar.
  • Gravidez durante a adolescência.

A hipertensão gestacional é um problema bem menos grave que a pré-eclâmpsia, mas ainda assim ela pode trazer malefícios à grávida e ao bebê. Gestantes hipertensas apresentam maior risco de alterações no fluxo de sangue na placenta, restrição do crescimento fetal, descolamento prematuro da placenta e parto prematuro. As complicações são mais comuns nas mulheres que apresentam hipertensão gestacional grave, caracterizada por níveis de pressão arterial persistentemente acima de 160/110 mmHg.

 

RISCO DE PRÉ-ECLÂMPSIA

Entre as gestantes que inicialmente se apresentam com critérios para hipertensão gestacional, cerca de 1/3 acaba por evoluir para ter critérios de pré-eclâmpsia, que é uma forma de hipertensão muito mais grave. Portanto, toda gestante com hipertensão gestacional deve ser cuidadosamente observada durante a gravidez, com pesquisas frequentes de proteinúria através do exame de urina.

Algumas características clínicas no momento da apresentação de hipertensão gestacional predizem um aumento do risco de progressão para a pré-eclâmpsia. São elas:

  • Aparecimento da hipertensão antes da 34ª semana de gestação.
  • Hipertensão arterial grave.
  • Alterações no fluxo da artéria uterina detectáveis através do ultrassom com doppler.
  • Níveis de ácido úrico elevados.

 

TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO NA GRAVIDEZ

Muitos dos medicamentos utilizados habitualmente no tratamento da hipertensão são contraindicados na gravidez, o que torna o controle da pressão arterial na gestação uma tarefa mais complicada. Além disso, a margem de segurança é menor, já que uma redução além do desejada da pressão arterial pode provocar grave redução do fluxo sanguíneo para a placenta, trazendo malefícios para o feto. Portanto, exceto nos casos graves, os obstetras costumam optar por não tratar com remédios a hipertensão arterial durante a gravidez.

O tratamento da grávida hipertensa depende do grau de hipertensão arterial.

 

a) pressão arterial menor que 160/110 mmHg – hipertensão gestacional não-grave.

A maioria das mulheres com hipertensão gestacional que apresenta níveis de pressão arterial abaixo de 160 mmHg/110 mmHg pode ser acompanhada com consultas semanais ou bissemanais para medir a pressão arterial e a excreção de proteínas na urina. A gestante também deve ser orientada a aferir sua pressão arterial diariamente em casa.

O objetivo das consultas tão frequentes é identificar precocemente qualquer sinal de progressão para pré-eclâmpsia. As pacientes devem estar esclarecidas sobre os sinais e sintomas de gravidade, tais como dor de cabeça, alterações visuais, dor abdominal, diminuição dos movimentos fetais ou sangramento vaginal.

Na hipertensão gestacional não-grave, a grávida não precisa ficar de repouso na cama, mas é indicado uma redução nas atividades do dia-a-dia. Exercício físico deve ser evitado e se o trabalho profissional for muito estressante ou extenuante, o ideal é se afastar.

Os estudos científicos nos mostram que o tratamento da pressão arterial na hipertensão gestacional não-grave não traz benefícios nem para a mãe nem para o feto, podendo ainda provocar efeitos colaterais não desejáveis. Portanto, se a gestante não apresentar valores da pressão arterial acima de 160/110 mmHg, não é preciso iniciar nenhuma droga anti-hipertensiva.

O parto na hipertensão gestacional costuma ser realizado entre a 37º e a 39ª semanas de gravidez, de acordo com a situação clínica da gestante e do feto.

 

b) pressão arterial maior que 160/110 mmHg – hipertensão gestacional grave.

As mulheres que desenvolvem hipertensão gestacional grave têm taxas de complicações semelhantes às da pré-eclâmpsia, e, portanto, devem ser tratadas de forma semelhante.

A hipertensão gestacional grave precisa ser tratada com medicamentos anti-hipertensivos e o parto costuma ser realizado entre 34 e 36 semanas de gravidez.

Se a gestante tiver menos de 34 semanas, a internação hospitalar para controle e monitorização do feto e da pressão arterial costuma ser indicada. O objetivo nesses casos é tentar levar a gravidez de forma segura até, pelo menos, 34 semanas.

As drogas mais utilizadas para o controle da pressão arterial são a Metildopa, Hidralazina, Nifedipina e Labetalol.

 

Facebook

 

Instagram

Gallery Image from Instagram

As principais causas do colesterol alto são consumo excessivo de álcool, dieta rica em carboidratos e gorduras e histórico familiar de colesterol alto.⠀
Apesar de não apresentar sintomas, essa doença pode trazer consequências graves como entupimento de vasos sanguíneos e infarto, podendo levar à morte em alguns casos.⠀
O colesterol alto pode ser causado por diversos fatores, tais como:⠀
- Histórico familiar;⠀
- Alimentação rica em doces e gorduras;⠀
- Consumo excessivo de álcool;⠀
- Cirrose;⠀
- Diabetes descompensada;⠀
- Hipotiroidismo;⠀
- Hipertiroidismo;⠀
- Insuficiência renal;⠀
- Porfiria;⠀
- Uso de anabolizantes.⠀
⠀
É importante destacar que pessoas com histórico familiar de colesterol alto devem ter especial cuidado para prevenir essa doença, pois têm maiores chances de serem afetados.⠀
⠀
A principal consequência do colesterol alto é o aumento considerável do risco de doenças cardiovasculares, como:⠀
Aterosclerose;⠀
- Infarto;⠀
- Insuficiência cardíaca;⠀
- Pressão alta⠀
⠀
Saiba mais em nosso site: www.clinicaprocardio.com.br⠀
.⠀
.⠀
.⠀
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Acesse nosso site e saiba tudo sobre a Clínica Procárdio.⠀
www.clinicaprocardio.com.br⠀
.⠀
.⠀
.⠀
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Mexa-se no trabalho!⠀
Ficar a maior parte do dia sentada engorda, faz mal para a coluna, dificulta a circulação, dá varizes e pode complicar a saúde do coração.⠀
⠀
A dica é levantar da cadeira a cada 40 minutos para ir até o bebedouro (evite deixar a garrafinha na mesa) e beber pelo menos 100 mililitros de água. Com isso, você dilui o sangue e reduz o risco de formação de trombos (coágulos de sangue na circulação sanguínea).⠀
⠀
⠀
Vá ao banheiro sempre que sentir vontade. Assim, você evita segurar o xixi por muito tempo, o que aumenta os batimentos cardíacos e a pressão arterial e estressando o sistema cardiovascular. Você também pode aproveitar para esticar as pernas e estimular a circulação:⠀
“Em pé, suba e desça o calcanhar, apoiando-se na ponta dos dedos para estimular os músculos da panturrilha e melhorar o retorno do sangue para o coração. Repita por 30 segundos em cada lado, de manhã e à tarde”, sugere a cardiologista Janieire Alves, da Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP (Incor).⠀
.⠀
.⠀
.⠀
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Nenhum idioma é capaz de expressar a força, a beleza e a força de uma mãe.⠀
.⠀
.⠀
.⠀
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
O Dia do Oftalmologista é comemorado anualmente em 7 de Maio.⠀
⠀
⠀
A data homenageia o profissional responsável pelo estudo, cuidado e prevenção de doenças ligadas ao sistema ocular. Em outras palavras, é o médico especialista na visão humana!⠀
.⠀
.⠀
.⠀
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
O coração grande, também conhecido como cardiomegalia, é uma doença grave e de difícil tratamento que atinge principalmente os idosos, mas também pode acontecer em adultos jovens ou em crianças com problemas cardíacos.⠀
⠀
O coração grande não consegue bombear sangue com a força necessária para todo o corpo, o que provoca cansaço intenso e falta de ar. Apesar de ser uma doença grave e que pode levar à morte, a cardiomegalia pode ser tratada e tem cura principalmente quando identificada no início.⠀
⠀
O tratamento para a cardiomegalia consiste no uso de medicamentos diuréticos e regulares de hormônios que controlam a pressão arterial e os batimentos cardíacos, melhorando o funcionamento do coração. Os remédios normalmente utilizados para tratar a cardiomegalia são Carvedilol, Metoprolol, Bisoprolol, Enalapril, Captopril, Ramipril, Espironolactona e Furosemida.⠀
⠀
No entanto, se o uso de remédios não for suficiente, pode ser necessário fazer cirurgia para refazer a estrutura do coração ou transplante cardíaco.⠀
.⠀
.⠀
.⠀
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Àqueles que gostam e sentem orgulho do que fazem. Feliz Dia do Trabalhador!⠀
.⠀
.⠀
.⠀
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
O Dia Nacional de Combate a Hipertensão Arterial é celebrado em 26 de abril.⠀
⠀
Esta data tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre os cuidados básicos para prevenir a hipertensão arterial, um mal que atinge aproximadamente 25% da população brasileira, de acordo com o Ministério da Saúde.⠀
⠀
A hipertensão ou tensão alta é caracterizada quando a pressão arterial está acima dos 120 de máxima e 80 de mínima, convencionalmente chamado de “12 por 8”.⠀
⠀
Entre os principais fatores que podem levar a hipertensão está o sobrepeso e obesidade, a má alimentação (muito consumo de sal), o sedentarismo, o tabagismo e, em alguns casos, o fator hereditário (indivíduos com pais hipertensões têm 30% de chances de também ser hipertenso).⠀
.⠀
.⠀
.⠀
.⠀
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
A insuficiência cardíaca, também conhecida por insuficiência cardíaca congestiva, surge quando o coração tem dificuldade para bombear o sangue para o corpo, gerando sintomas como cansaço, tosse noturna e o inchaço nas pernas ao final do dia.⠀
⠀
⠀
Geralmente, a insuficiência cardíaca é mais comum em pacientes com pressão alta pois o coração precisa fazer mais força para bombear o sangue, provocando dilatação do coração ao longo dos anos.⠀
⠀
⠀
A insuficiência cardíaca não tem cura, mas pode ser controlada com o uso regular de remédios orais e cuidados com a alimentação, além de consultas regulares no cardiologista.⠀
⠀
Quer saber mais? Acesse nosso site: www.clinicaprocardio.com.br⠀
.⠀
.⠀
.⠀
.⠀
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Ninguém tem maior amor do que aquele que dá sua vida pelos que ama. Feliz Páscoa!⠀
.⠀
.⠀
.⠀
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Informamos que dia 19/04, Sexta-feira Santa, a Clínica Procárdio não abrirá.
Um feriado abençoado a todos!
.
.
.
.
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
A cidade acordou agora,
Para que eu viva seu calor intensamente
Com suas luzes, cores, som, agitação e gente
Em toda beleza agitada que aflora. 
E eu te amo assim Fortaleza,
Radiante Loira Desposada do Sol e da beleza;
Fortaleza do meu coração,
Lugar dos meu sonhos e da paixão.
.
.
.
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Apesar do alto valor calórico, o abacate é um dos melhores alimentos para controlar o colesterol e minimizar o risco cardíaco. Aprenda a tirar proveito!
Pesquisas recentes demonstram que o abacate é uma poderosa arma contra as doenças cardiovasculares justamente por causa da sua gordura – a mesma que faz o valor energético disparar. Ela é do tipo monoinsaturado, considerado benéfico à saúde dos vasos.
Em um estudo da Universidade de Toronto, no Canadá, essa gordura fez a diferença para pessoas que travavam luta contra o colesterol alto, um dos principais fatores de risco para doenças cardíacas. No primeiro mês da pesquisa, 24 voluntários com o problema seguiram uma dieta pobre em gorduras saturadas, daquelas que colocam as artérias em perigo e abundam em produtos industrializados. No mês seguinte, os estudiosos orientaram parte da turma a adotar um cardápio convencional, com pouca gordura monoinsaturada. O restante, sortudo, foi estimulado a caprichar no ingrediente que dá fama ao abacate e ao azeite de oliva. Ao final da análise, os exames de todos indicaram uma redução significativa nas taxas de colesterol LDL.

Saiba mais em: http://bit.ly/2GfXjXu
.
.
.
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
O aumento da pressão sanguínea diagnosticado durante a gestação em mulheres que nunca haviam antes demonstrado o problema é classificado como doença hipertensiva específica da gestação (DHEG). Esse é um dos distúrbios mais comuns em grávidas e se apresenta de duas formas: como pré-eclâmpsia e eclâmpsia.

A pré-eclâmpsia é o aumento da pressão arterial acompanhada da eliminação de proteína pela urina. Normalmente, essa complicação começa depois da 20ª semana de gravidez. Quando não tratada adequadamente, pode culminar na própria eclâmpsia, a reta final da doença. Ela se caracteriza pela pressão muito elevada escoltada de outros sintomas mais graves, como convulsões e inchaços. Nesse estágio da DHEG, a vida da mãe e do bebê entra em risco.

É preciso ficar de olho na alimentação e no ganho de peso. A dieta, por exemplo, deve ser rica em ácido fólico, já que esse nutriente tem ação vaso dilatadora, e pobre em sal, o gatilho para o disparo da pressão. Se mesmo com esses cuidados a pressão teimar em subir, aí os remédios anti-hipertensivos costumam ser necessários.
.
.
.
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Um ótimo tratamento natural para a má circulação sanguínea nas pernas é evitar ficar muito tempo sentado ou de pé numa mesma posição. Além disso, manter os pés elevados, quando se está sentado ou deitado, é uma boa forma de melhorar a circulação nas pernas.

Quem trabalha muito tempo sentado tende a ficar com as pernas inchadas e tem maiores chances de desenvolvimento de varizes, especialmente atrás dos joelhos e, para evitar este problema, pode-se colocar alguns livro empilhados embaixo dos pés, para evitar o acumulo de líquido nos membros inferiores.

Leia a matéria completa em nosso site: http://bit.ly/2HZ12e6
.
.
.
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Pessoas que sofrem com fibrilação atrial correm mais risco de sofrer um AVC e, por conta disso, precisam tomar um medicamento anticoagulante chamado varfarina. O consumo irregular de folhas verdes pode interferir no funcionamento do medicamento, tornando-o ineficiente. Quem toma varfarina precisa consumir a mesma quantidade de folhas verdes todos os dias. Isso vale para todos os tipos de folhosas, como alface, rúcula, espinafre ou repolho.
.
.
.
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
O Dia Mundial da Água é comemorado anualmente em 22 de março.

Esta data foi criada com o objetivo de alertar a população internacional sobre a importância da preservação da água para a sobrevivência de todos os ecossistemas do planeta.

A água permite a realização das mais diversas reações químicas necessárias para a sobrevivência. Por esse e outros fatores, ela é de extrema importância para o corpo humano.

A água é fundamental para o transporte de substâncias, como o oxigênio, nutrientes e sais minerais, pois faz parte da composição do plasma sanguíneo. Além de levar nutrientes para as células, a água proporciona a eliminação de substâncias para fora do corpo. Esse é o caso da urina, que é formada basicamente por água e substâncias tóxicas ou em excesso dissolvidas.

Destaca-se também o papel da água na regulação da temperatura do corpo. Quando o calor torna-se exagerado, inicia-se a liberação de suor, que possui água em sua composição. Ao entrar em contato com o meio, o suor evapora na superfície da pele, causando o resfriamento do corpo.

Além de participar da composição do suor, a água também forma as lágrimas, líquido essencial para o funcionamento adequado dos olhos. As lágrimas evitam o ressecamento das córneas e fazem a limpeza dessas estruturas.
.
.
.
#DiaMundialDaAgua #ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Em razão do feriado de São José (19/03), a Clínica Procárdio não funcionará amanhã.
.
.
.
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Aqui na Clínica Procárdio você encontra tudo que você precisa para cuidar da saúde do seu coração: profissionais especializados, exames básicos e detalhados, tratamentos específicos para cada paciente e muito mais. 
Clínica Procárdio, 📌 Rua Nogueira Acioli, 453 - 3º Andar - Centro.
.
.
.
.
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza
Feliz Dia da Mulher para todas que têm orgulho de sê-lo e sabem representar o gênero com garra, encanto e determinação.
.
.
.
#ClinicaProcardio #ArritmiasCardiacas #Clinica #Procardio #Coraçao #SaudeDoCoraçao #ClinicaEmFortaleza #ClinicaFortaleza

Notícias e dicas

Quando fazer um check-up cardiovascular
O check-up cardiovascular consiste num grupo de exames que ajudam o médico a avaliar o risco de ter ou desenvolver um problema cardíacos ou ...
 17 Julho 2017
  1008  
O check-up cardiovascular consiste num grupo de exames que ajudam o médico a avaliar o risco de ter ou desenvolver um problema cardíacos ou circulatório, como insuficiência cardíaca, arritmia ou ...
 1008 
O check-up cardiovascular consiste num grupo de exames que ajudam o médico a avaliar o risco de ter ou desenvolver um problema cardíacos ou ...
17 Julho 2017
Quais são os sintomas de coração dilatado
Os sintomas de coração grande, também conhecido como cardiomegalia, estão relacionados com a dilatação do músculo cardíaco, que faz com que o sangue ...
 26 Junho 2017
  3254  
Os sintomas de coração grande, também conhecido como cardiomegalia, estão relacionados com a dilatação do músculo cardíaco, que faz com que o sangue se acumule dentro do coração, nas veias e nos ...
 3254 
Os sintomas de coração grande, também conhecido como cardiomegalia, estão relacionados com a dilatação do músculo cardíaco, que faz com que o sangue ...
26 Junho 2017
O que causa sopro no coração e como tratar
O sopro é um som de uma turbulência sofrida pelo sangue durante a passagem pelo coração, ao atravessar suas valvas ou se chocar com seus músculos. ...
 29 Maio 2017
  1715  
O sopro é um som de uma turbulência sofrida pelo sangue durante a passagem pelo coração, ao atravessar suas valvas ou se chocar com seus músculos. Nem todo sopro indica uma doença cardíaca, pois ...
 1715 
O sopro é um som de uma turbulência sofrida pelo sangue durante a passagem pelo coração, ao atravessar suas valvas ou se chocar com seus músculos. ...
29 Maio 2017