O que causa e como tratar a miocardite

A miocardite é uma inflamação do músculo cardíaco que pode surgir como uma complicação durante diferentes tipos de infecção no organismo, causando sintomas como dor no peito, falta de ar ou tonturas. 

Na maioria dos casos, a miocardite surge durante uma infecção por vírus, como gripe ou catapora, mas também pode acontecer quando existe uma infecção por bactérias ou fungos, sendo que, nestes casos, normalmente é preciso que a infecção esteja muito avançada.

A miocardite tem cura e, geralmente, desaparece quando a infecção fica curada, no entanto, quando a inflamação do coração é muito grave ou não desaparece, pode ser necessário ficar internado no hospital.

 

Principais sintomas

Nos casos mais leves, como durante uma gripe ou resfriado, por exemplo, a miocardite não provoca qualquer tipo de sintoma. Porém, nos casos mais graves, como nos de infecção bacteriana, pode surgir:

  • Dor no peito;
  • Batimento cardíaco irregular; 
  • Sensação de falta de ar;
  • Cansaço excessivo;
  • Inchaço das pernas e pés;
  • Tonturas.

Já nas crianças, podem ainda surgir outros sintomas como aumento da febre, respiração rápida e desmaio. Nestes casos, é recomendado consultar imediatamente um pediatra para avaliar o problema e iniciar o tratamento adequado.

Uma vez que a miocardite surge durante uma infecção, os sintomas podem ser difíceis de identificar e, por isso, é recomendado ir no hospital quando os sintomas duram mais de 3 dias.

 

Como é feito o diagnóstico

Quando existe suspeita de miocardite, o médico pode pedir a realização de alguns exames como raio X do tórax, eletrocardiograma ou ecocardiograma para identificar alterações no funcionamento do coração.

Estes exames são especialmente importantes porque os sintomas podem estar apenas sendo provocados pela infecção no organismo, sem que exista alteração no coração.

Se as alterações identificadas durante este tipo de exames for muito grave o médico pode recomendar consultar um cardiologista para iniciar o tratamento com remédios para o coração. Caso contrário, geralmente só é indicado o tratamento da infecção que levou ao surgimento da miocardite.

 

Como tratar a miocardite

O tratamento normalmente é feito em casa com repouso para evitar excesso de trabalho por parte do coração. No entanto, durante esse período também se deve fazer o tratamento adequado da infecção que esteve na origem da miocardite e, por isso, pode ser necessário tomar antibióticos, anti-fúngicos ou antivirais, por exemplo.

Além disso, se surgirem sintomas de miocardite ou se a inflamação estiver dificultando o funcionamento do coração, o cardiologista pode indicar o uso de alguns remédios como:

  • Remédios para pressão alta, como captopril, ramipril ou losartana: relaxam os vasos sanguíneos e facilitam a circulação de sangue, reduzindo sintomas como dor no peito e falta de ar;
  • Beta-bloqueadores, como metoprolol ou bisoprolol: ajudam a fortalecer o coração, controlando o batimento irregular;
  • Diuréticos, como furosemida: eliminam o excesso de líquidos do corpo, diminuindo o inchaço nas pernas e facilitando a respiração.

Já nos casos mais graves, em que a miocardite causa muitas alterações no funcionamento do coração, pode ser necessário ficar internado no hospital para fazer remédios diretamente na veia ou colocar aparelhos, semelhantes ao marcapasso, que ajudam o coração a trabalhar.

Em alguns casos muito raros, em que a inflamação do coração coloca a vida em risco, pode até ser necessário fazer um transplante de coração de emergência.

 

Possíveis sequelas

Na maior parte dos casos a miocardite desaparece sem deixa qualquer tipo de sequelas, sendo até muito comum que a pessoa nem saiba que teve esse problema no coração.

Porém, quando a inflamação no coração é muito grave pode deixar lesões permanentes no músculo cardíaco que levam ao surgimento de doenças como insuficiência cardíaca ou pressão alta. Nestes casos, o cardiologista irá recomendar o uso de alguns medicamentos que devem ser utilizados por alguns meses ou por toda a vida, dependendo da gravidade.

 

Fonte: tuasaude.com

 

 

Facebook

 

Instagram

Gallery Image from Instagram

The access_token provided is invalid.

Notícias e dicas

Quando fazer um check-up cardiovascular
O check-up cardiovascular consiste num grupo de exames que ajudam o médico a avaliar o risco de ter ou desenvolver um problema cardíacos ou ...
 17 Julho 2017
  1458  
O check-up cardiovascular consiste num grupo de exames que ajudam o médico a avaliar o risco de ter ou desenvolver um problema cardíacos ou circulatório, como insuficiência cardíaca, arritmia ou ...
 1458 
O check-up cardiovascular consiste num grupo de exames que ajudam o médico a avaliar o risco de ter ou desenvolver um problema cardíacos ou ...
17 Julho 2017
Quais são os sintomas de coração dilatado
Os sintomas de coração grande, também conhecido como cardiomegalia, estão relacionados com a dilatação do músculo cardíaco, que faz com que o sangue ...
 26 Junho 2017
  4070  
Os sintomas de coração grande, também conhecido como cardiomegalia, estão relacionados com a dilatação do músculo cardíaco, que faz com que o sangue se acumule dentro do coração, nas veias e nos ...
 4070 
Os sintomas de coração grande, também conhecido como cardiomegalia, estão relacionados com a dilatação do músculo cardíaco, que faz com que o sangue ...
26 Junho 2017
O que causa sopro no coração e como tratar
O sopro é um som de uma turbulência sofrida pelo sangue durante a passagem pelo coração, ao atravessar suas valvas ou se chocar com seus músculos. ...
 29 Maio 2017
  2339  
O sopro é um som de uma turbulência sofrida pelo sangue durante a passagem pelo coração, ao atravessar suas valvas ou se chocar com seus músculos. Nem todo sopro indica uma doença cardíaca, pois ...
 2339 
O sopro é um som de uma turbulência sofrida pelo sangue durante a passagem pelo coração, ao atravessar suas valvas ou se chocar com seus músculos. ...
29 Maio 2017